O Poder da Vantagem Competitiva.

Vantagem competitiva é aquilo que determina e responde o porquê de uma empresa conseguir sucesso, lucratividade e atingir as metas e outras não. Por que o cliente deve comprar de você e não do seu concorrente? O que você oferece a mais, de melhor, com exclusividade ou com maior eficiência que deveria fazer o seu cliente abandonar o seu fornecedor atual e escolher a sua empresa? Essa é a sua vantagem competitiva.

Trabalhar na imagem da marca, na cultura, na autentivcidade da empresa tem surtido um ótimo efeito quando o negócio é criar história, ganhar seguidores e gerar riqueza no século XXI. Zappos, Starbucks, Google, Twitter, bla, bla, bla, são ótimos exemplos de companhias que utilizaram a marca, a cultura e as pessoas pra fazer diferença e se firmar no mercado. 

Abaixo, segue uma entrevista  de Eduardo Felberg, que deu uma entrevista à revista ClienteSA, um portal bem legal que fala sobre mercado e negócios.

Em um cenário cada vez maior de competitividade, a força da marca pode ser o fator de diferenciação de uma empresa. Para Eduardo Felberg, gerente de imagem corporativa e marcas da Petrobras, a força da marca pode criar vantagem competitiva com a fidelização dos clientes. “Uma marca diferencia, destaca, facilita e reforça o estabelecimento de uma relação emocional entre os consumidores e as empresas”, afirma. Em entrevista exclusiva à ClienteSA, Felberg fala da importância da marca nos negócios e como ela pode ser trabalhada no relacionamento com os clientes.

ClienteSA – Qual o valor que a marca cria para a empresa? E como ela pode influenciar os consumidores?
Eduardo Felberg – Uma marca diferencia, destaca, facilita e reforça o estabelecimento de uma relação emocional entre os consumidores e as empresas. Em um mundo de várias promessas e várias alternativas, uma marca transmite mensagens que atingem diretamente os interesses e aspirações dos consumidores, e propicia a criação de uma relação baseada em vínculos emocionais.

As marcas criam vantagem competitiva sustentável de longo prazo? Como?
Sim, as marcas fortes podem criar uma vantagem competitiva ao aumentar o nível de fidelização dos consumidores e ao estabelecer uma maior blindagem decorrente de uma forte reputação.

De que forma a gestão de clientes tem um impacto na construção da marca?
O impacto é direto porque a perda de cliente implica na perda de receita e, conseqüentemente, em uma escala constante, perda de valor da marca. Além disso, da mesma forma, o poder dos clientes por meio do boca a boca e da Internet deve ser gerenciado porque podem colaborar para a construção ou destruição de uma marca, de forma muito rápida.

Qual a importância das empresas terem uma estrutura, estratégia e cultura condizentes com a promessa e proposta de valor oferecidas pela marca e anunciadas pela publicidade?
Nos dias de hoje, de forte competição e grande cobrança por transparência e responsabilidade social, a coerência entre o discurso (a promessa) e a prática é fundamental para a sustentabilidade das organizações. E isso só se sustenta se estiver internalizado na estratégia e na cultura organizacional.

Quais ações de marketing se tornaram as maiores apostas das empresas nos últimos anos para construir ou manter a marca?
Publicidade, relacionamento web, atendimento a clientes, marketing de relacionamento, marketing direto, programas de fidelização e atendimento em pontos de vendas. Esta resposta é muito dependente do segmento de negócio em que a empresa atua. Para algumas empresas, as apostas melhores se dão pelo uso da web e para outras por meio do ponto de venda físico.

No caso do atendimento, como as empresas têm investido para que o cliente tenha uma boa percepção da marca?
No caso do atendimento, qualquer que seja a ferramenta, o cliente tem que perceber compromisso e coerência. A falta de transparência, o descumprimento de promessas e o mau atendimento são críticas para a formação de uma má percepção da marca.

Além do marketing e da publicidade, como as outras áreas das empresas podem colaborar para fortalecer a identidade da marca?
Entendemos que a construção da marca é feita de forma diária, constante e é responsabilidade de todas as áreas. Qualquer que seja o ponto de contato do consumidor, mesmo que por meio de um intermediário, impacta a identidade da marca.

As fusões e aquisições podem interferir no relacionamento com os clientes e na imagem da marca?
O resultado para a imagem dependerá de como se dá o processo de fusão e aquisição e de quanto similares ou distintas são a força das respectivas marcas e reputações. Se, por exemplo, ocorre a aquisição de uma marca mais forte por uma marca mais fraca e a segunda prevalece, certamente existirá uma percepção de perda por parte dos clientes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s