Receita de E-mail Marketing.

Um dia o e-mail foi um diferencial. UM DIA.

Hoje, todos mandam e-mail. Todas as empresas, todas lojinhas da internet mandam pelo menos um e-mail marketing. MAS, eles não dominam como fazer a coisa. Eu posso compilar aqui milhares de e-mail totalmente medíocres, que não chamam atenção de ninguém.

MUITOS. Isso porque as empresas estão simplesmente focadas em fazer. Têm que fazer e-mail pra atrair clientes. Têm que fazer e-mails pra fazer girar o estoque. Têm que fazer e-mails pra divulgar a marca da empresa. MAS, um e-mail mal feito AFASTA clientes. Um e-mail mal feito faz o estoque aumentar, ao invés de vender. Um e-mail mal feito QUEIMA a marca da empresa.

SIM. O tiro sai pela culatra. E quando falamos de internet, um pequeno tiro, uma pequena fagulha pode ser transformada em um grande incêndio. MUITO GRANDE.

A confecção de e-mail marketing tem que ser CUIDADOSA. E quando eu digo cuidadosa, não estou dizendo PERFEITA. Já vi empresas atrasarem em quase uma semana um e-mail por causa de perfumaria. Por causa de detalhes imperceptíveis para o cliente. Por causa de um sombreado branco, que era pra mudar pra cinza claro.

Toda campanha de marketing precisa ser rápida, simples e objetiva. Precisa ser rápida, mas não momentânea. Precisa ser objetiva, porque precisa ir direto ao ponto. Precisa fazer o que veio fazer e deixar alguma coisa no ar. Precisa ter alguma coisa no ar pra levar o cara pro site. Pra que ele procure por alguma coisa no site. Pra que o e-mail não fique só no e-mail. O e-mail é um chamativo. Precisa levar o cliente até algum lugar. Precisa levar o cliente pro site, pro carrinho, pra algum lugar. Por isso precisa ser objetiva. Precisa ter um objetivo. Mandar e-mail apenas por mandar não traz resultados.

MAS… é preciso fazer. MAS, não de qualquer jeito. Existem alguns princípios, diretrizes e dicas que podem fazer o seu e-mail marketing ser mais eficaz. A Revista VendaMais de Janeiro listou nove deles. Confira abaixo:

1. Não faça spam. Dispare sua ação apenas para as pessoas que autorizaram o envio de mensagens promocionais. Siga as normas do Código de Autorregulamentação para a Prática de E-mail Marketing (www.abemd.com.br).

2. Não se pareça com spam. Não use links para arquivos “.exe”, “.pif” e outros. Evite colocar no texto palavras como “grátis”, “imperdível”, “promoção” e outras associadas a mensagens promocionais, preferindo aplicá-las como imagem. Personalize sua peça. Além de fortalecer sua comunicação, a diferença entre as mensagens enviadas reduzirá a possibilidade de elas serem interpretadas como spam pelos servidores.

3. Teste os filtros antispam. Crie diversas contas gratuitas de e-mail (gmail, yahoo, hotmail, etc.), dispare sua mensagem para elas e confira se foram recebidas. Caso seja bloqueada, altere a peça e teste novamente até detectar qual é o elemento que está gerando o bloqueio.

4. Seja relevante. Dispare sua ação para as pessoas com perfil e interesses parecidos com os de seus atuais clientes.
Crie em versões diferentes para cada segmento, utilizando a linguagem adequada e explorando os benefícios que cada grupo mais valoriza.

5. Desperte o interesse. Use o campo do assunto para fazer uma oferta ou explorar um benefício.Posicione sua logomarca e sua melhor oferta/benefício no alto e à esquerda da peça para que eles apareçam no painel de preview.

6. Seja claro e objetivo. Use textos curtos. Concentre-se na oferta principal e inclua links para mais informações. Dê instruções claras e fáceis de serem localizadas na peça sobre o que o destinatário deve fazer. Transmita um tom de urgência, dando um prazo de validade ou um brinde aos primeiros pedidos.

7. Escolha o melhor dia para o disparo. Evite sexta-feira e segunda-feira, a véspera e o dia seguinte dos feriados, em que o volume de e-mails na caixa de entrada é maior.

8. Mensure cada etapa da ação. Endereços inválidos (bounces) – Reveja sua lista de e-mails errados ou caixas postais lotadas. Taxa de e-mails abertos (abertura) – Mede quantas pessoas abriram sua mensagem. O que pode prejudicar essa taxa são os destinatários fora do perfil, linha de assunto de baixo impacto, remetente desconhecido ou peça bloqueada por filtros antispam. Taxa de e-mails clicados (click through) – Indica quantos destinatários clicaram em links para conhecer melhor a oferta ou fazer o pedido. As possíveis causas de baixo resultado são o esgotamento do assunto na peça principal, textos muito longos ou problemas com o layoutCadastros preenchidos ou pedidos conquistados – É o que realmente interessa, mas depende dos indicadores acima.

9. Teste e melhore seus resultados. A grande vantagem das ações de e-mail marketing é a possibilidade de testar inúmeras alternativas em pequenos volumes e, então, realizar a ação vencedora para o público. Faça diferentes testes com listas, ofertas, linhas de assunto, benefícios, textos, formas de pagamento, etc.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s