A Prática da Liderança.

Uma pesquisa do Centro da Liderança Criativa (Center for Creative Leadership) que entrevistou  2.200 líderes de 15 organizações, em três países entre 2006 e 2008 produziu alguns resultados interessantes. O projeto de pesquisa foi concebido para responder às seguintes perguntas:

1. Quais as habilidades de liderança são essenciais para o sucesso?

2. Quão forte são atuais líderes nessas habilidades críticas e perspectivas?

3. Como esta alinhada a força de hoje e a liderança com as habilidades mais importantes para o futuro?

A pesquisa identificou os seguintes sete competências como mais críticos para o sucesso, agora e no futuro

1. Liderar pessoas: dirigir e motivar as pessoas;

2. Planejamento estratégico: traduzir a visão em estratégias de negócios realista, incluindo os objectivos a longo prazo;

3.Gerir a mudança: utilização de estratégias eficazes para facilitar a mudança organizacional;

4. Compromisso na Inspiração: reconhecer e recompensar as realizações dos trabalhadores;

5. Desenvoltura: trabalhar efetivamente com a gestão de excelência;

6. Fazendo o que for preciso: a perseverança em condições adversas;

7. Tendo um rápido aprendizado: aprender rapidamente novos conhecimentos técnicos ou de negócios.

A conclusão da pesquisa?

Os líderes não estão preparados adequadamente para o futuro. A capacidade de liderança de hoje é insuficiente para atender às exigências de liderança no futuro. Este achado é consistente em todos os países e organizações de quaisquer níveis.

Depois destes resultados, resta-nos apenas a seguinte reflexão:

1. O que estamos fazendo pessoalmente para melhorar nossas habilidades de liderança?

2. O que estamos fazendo para ajudar os outros a melhorar suas habilidades de liderança?

3. Se estamos agindo, estamos fazendo o suficiente?

Traçando Metas Para Atingir Objetivos Profissionais…

1. Tenha objetivos claros: o primeiro passo para conquistar o mercado de trabalho é saber qual a posição que quer alcançar e quanto tempo, aproximadamente, deve levar para isso. É importante traçar metas de curto, médio e longo prazos para todas as fases da vida profissional.

2. Conheça a si mesmo: além de saber o exatamente o que procura, é preciso que cada profissional tenha em mente quais são suas limitações, bem como suas maiores competências. Assim, a busca por aperfeiçoamento e capacitação específicos torna-se mais ágil e válida, aumentando a visão crítica do próprio profissional em relação ao seu perfil.

3. Reavalie as metas periodicamente: conforme o mercado muda, os objetivos profissionais e seus prazos para execução também devem ser revistos. Só assim é possível manter um plano de carreira factível e condizente com a realidade do segmento no qual o executivo atua.

4. Continue estudando: por meio do acompanhamento do mercado é possível identificar quais habilidades serão necessárias para os próximos momentos da carreira. Tente prever as necessidades de sua área de atuação e busque formação o mais rápido possível.

5.  Mantenha contato com seus pares:relacionamento é tão – ou mais – importante do que muitas habilidades. Conhecer as pessoas certas pode ser um enorme diferencial competitivo na busca pelos objetivos profissionais. Resgate seus cartões de visita, mande e-mails para antigos conhecidos, cadastre-se nas redes sociais e esteja nos eventos do setor no qual atua.

6. Invista na comunicação interpessoal: conheça seu próprio estilo de comunicar-se e também o de outras pessoas, procurando sempre expressar-se de maneira clara e objetiva. Seja bom ouvinte e não hesite em tomar atitudes diferentes, mas positivas, até que se tornem habituais.

7. Tenha sempre o currículo atualizado: nunca se sabe quando o documento poderá ser solicitado. Não se pode contar com a sorte de poder atualizá-lo antes do envio, por isso é importante mantê-lo com as informações corretas e, se possível, em diversos padrões –de acordo com perfis das diferentes vagas que o profissional busca.

8. Seja flexível: as empresas procuram profissionais que tenham flexibilidade para desenvolver diferentes atividades e conviver com situações inusitadas. Ao ser flexível você pode ter novas oportunidades de atuação e ampliar seus conhecimentos.

9. Desenvolva sua capacidade de liderança: saiba trabalhar em equipe, respeitando as opiniões dos demais e sabendo como confrontá-los quando necessário.

Como Se Manter Atualizado…

Sexta- Feira esteve aqui na ArmRebel falando no Sacadas Rebeldes, o meu amigo Miguel Cavalcanti. O cara é, com as palavras dele mesmo um “viciado em informação”, e por tudo que nós conversamos por aqui, dá pra perceber o quanto ele é antenado.

O tema da palestra era “Como se Manter Atualizado sem se Perder”, como conseguir ser pai, marido, empreendedor, filho, tio e etc. Como ele mesmo disse, é preciso saber dividir qualitativamente o seu tempo, procurando empregar qualidade, e não quantidade. Assim, não importa ler dez horas, mas sim estudar duas horas, e colocar o máximo possível em prática. Não adianta ficar vinte e quatro horas com o seu filho e nada fazer, mas sim dedicar um tempo de qualidade a ele, é isso que importa.

Uma coisa que eu abordei pra ele sobre o dilema de se dividir em inúmeras tarefas e a consequência que isso pode ter na vida familiar é que pessoas crescem com exemplos. Eu, por exemplo, cresci no exemplo de luta e de guerra da minha mãe, no exemplo de suportar o mundo e sempre aguentar um pouco mais de peso ainda. Ou seja, quando damos o exemplo, as pessoas tendem a nos acompanhar, a nos seguir e a entender aquilo que fazemos. O Miguel nisso tudo só ressaltou que, muitas vezes, o exemplo pode servir às avessas e afugentar as pessoas. Seu filho, por exemplo, pode não querer trabalhar por que viu você trabalhando a vida inteira, estressado, escrevendo, lendo, postando, correndo atrás de informação e achar que aquela vida não é pra ele. Aí, mas uma vez, temos que dar o exemplo e mostrar que todos os sacrifícios que fazemos, valeram a pena e só atinge o sucesso aquele que fez antes que recebeu.

Sobre os estudos e leitura, o Miguel falou um pouco da onda sobre MBA’s que rondam o mundo. Todo mundo quer fazer um MBA. MBA é o curso que todo mundo que fazer ASSIM QUE TERMINA A FACULDADE. E lá, simplesmente nos deparamos com professores que despejam em cima de nós conteúdos e livros. Por isso, quando colocamos na ponta do lápis essa brincadeira toda, vemos que isso NÃO VALE A PENA. Por que?? Por que nós temos a capacidade de ler e estudar livros, tirando lições e exemplos por conta própria. Sem nenhum professor para isso. MBA já foi diferenciação. Hoje, diferencia-se, que não tem MBA. Em substituição ao MBA, o Miguel substituiu o dele por livros e áudio-livros. Sendo que de todo livro vem uma lição, uma história, um exemplo. Assim, continuamos atualizados e podemos escolher nossos caminhos LIVREMENTE.

O Miguel é um corredor. Segundo ele, amador, por que o seu tempo não é tão bom assim em comparação aos corredores profissionais. Mas, mesmo assim, ele já correu São Silvestre e, ontem estreiou em sua primeira meia-maratona. Ele disse que a corrida sempre o ajuda a oxigenar o cérebro e a ter idéias para melhorar os negócios. Disse ele que sempre sai melhor de uma seção de corridas do que entrou. Sempre enxergando novas oportunidades e novos caminhos. Com isso, eu pude concluir a grande importância do esporte para o desenvolvimento da nossa mente e do nosso corpo.

Praticamente a palestra do Miguel foi uma síntese de três tópicos. Ações que praticamos em busca de:

1. Conhecimento;

2. Relacionamento; e

3. Auto-Conhecimento.

Relacionamento é conhecer pessoas, fazer amigos, fazer com que as pessoas te conheçam. O Miguel falou uma coisa muito interessante que é “chamar pessoas para tomar um café”. Tomar um café é uma expressão para conhecer pessoas. O blogueiro, o cara do twitter, aquele editor daquele site que você lê diariamente. Tomar um café é uma atitude para você trocar idéias com outras pessoas. 

Enfim, eu achei o bate-papo com o Miguel bem produtivo aqui. Agora, estarei dia 19 vendo a Palestra dele no Epicentro!

O Que Você Anda Lendo?

Eu acabei de descobrir essa magnífica rede social chamada Skoob (Books ao contrário). O skoob não é nada mais nada menos do que uma rede social para você compartilhar a sua leitura. Isso mesmo, compartilhar os seus hábitos de leitura. Lá, você pode colocar os livros que está lendo, os que já leu, acrescentar resenhas, dar notas a eles, além de fazer uma “estante” de quais livros quer ler. Show de bola! Assim, antes de comprar um livro você pode simplesmente pesquisar o que outras pessoas acharam dele.

Se o Skoob vai ser um dia um Orkut da vida? Não sei! Infelizmente no Brasil os hábitos de leitura são muito poucos. Os primeiros livros que as crianças lêm nas escolas são chatos e ultrapassados (com linguagem do século XVIII). Eu acredito que, se o primeiro livro que uma pessoa lê é bom, ela vai querer ler mais livros bons e sair lendo por aí. Agora, se colocar uma criança, em pleno século XXI pra ler “Dom Casmurro”, “Vidas Secas”, “Memórias Póstumas de Bras Cubás”. NADA CONTRA ESSES LIVROS. Mas são chatos! CHATÍSSIMOS… Dê livros legais pra criançada e vamos ver se o negócio não vira…

Ler é o estudo do século XXI. Estudar livros, LIVROS, LIVROS, é a única forma de conseguir enxergar PERFEITAMENTE um caminho para para muitos é “embassado”. Idéias, teses, conhecimento, cultura, história, tecnologia, TUDO pode ser aprendido pelos livros. Quando não existia faculdade, como as pessoas apendiam? Estudando teses e escritos de outras pessoas!! Ou seja, estudando livros. Quem não lê, não vê o mundo AVANÇAR! 

Estudar livros é um dos tripés que compõem um profissional empreendedor e inovador! E você, tá esperando o que??

skoob