50 Dicas Para Vender Mais, Parte 4.

Preste atenção no que eu vou dizer: toda ação de marketing só serve pra influenciar em vendas. Portanto, marketing só existe pra fazer vender mais.

E, antes que você me pergunte, ou questione sobre ações de marca, sobre estratégias de engajamento e despertar sentimento em clientes, que são ações de marketing voltadas para a gestão de marcas, eu já digo duas coisas:

Uma empresa só faz branding – ou gestão de marcas – para vender mais.

Branding não está dentro do marketing. É o marketing que tá dentro do branding. E aí, voltamos no que eu disse acima. Tudo se resume a vender mais.

Eu sei que não é o que as pessoas dizem.

Sim. Elas dizem que querem desenvolver a personalidade da empresa, contar uma história, cativar empaticamente o consumidor para que ele enxergue mais do que apenas produtos, etc.

Mas, pare um segundo pra pensar e me diga: pra que serve tudo isso se não para vender mais?!?!

Então, quem vier aqui me dizer que marketing não tem nada a ver com vendas não entende nada de marketing. Ou não entende nada de vendas. Ou de nenhum dos dois.

O primeiro passo pra vender mais em uma empresa é compreender o marketing e as vendas como um processo único.

Acho que isso precisava ser esclarecido, uma vez que é IMPOSSÍVEL vender mais sem entender o funcionamento do marketing e vendas na sua empresa.

Dito isso, vamos ao que interessa…

Se você está chegando por aqui agora, eu recomendo que, antes de começar a ler este artigo você leia antes:

50 Dicas Para Vender Mais, Parte 1;

50 Dicas Para Vender Mais, Parte 2; e

50 Dicas Para Vender Mais, Parte 3.

Se você ou a sua empresa estiver passando por uma crise, ou se o seu mercado estiver em crise, ou se a crise da Europa estiver afetando o seu negócio, eu aconselho que você leia a minha série de Dicas Para Vender Mais em Tempo de Crise.

Como eu comecei falando sobre a influência do marketing em vendas e a influência dessa fusão em vender mais, você já deve ter concluído que vamos falar sobre… tipos de marketing.

Antes que você reclame que não tem verba de marketing, que uma pequena empresa não tem departamento de marketing, leia as 40 Dicas de Marketing de Baixo Custo. Depois entenda: é impossível vender mais sem marketing.

Para vender mais escolha os tipos de marketing que a sua empresa vai trabalhar.

Uma coisa é verdade, só existe um tipo de marketing que funciona: o boca-a-boca. Todo o resto que se faz, e que se chama de marketing é, na verdade um caminho para se chegar no boca-a-boca.

Portanto, o primeiro passo para fazer marketing que funciona vender mais é escolher os tipos de marketing em que se deve focar.

Sendo assim, aqui vão três coisas que você não pode deixar de pensar na hora de fazer marketing e, na hora de vender mais.

#1. Para vender mais, faça internet marketing.

Esse tipo de marketing também é conhecido como marketing digital. Eu chamo de internet marketing porque o meio é a internet. O marketing é o mesmo. Talvez seja o marketing que tenha menos a ver com marketing, em um primeiro momento. Mas vai ajudar a sua empresa a marcar presença na internet.

Internet Marketing | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoFoque em uma presença online que seja bonita para os buscadores e para os usuários. Somente a sinergia entre esses dois é que vai fazer a sua empresa vender mais.

Se o seu site faz sucesso com usuários e não faz sucesso com buscadores, você não vai aparecer e nem vender mais.

Se o seu site faz sucesso com buscadores e não faz sucesso com usuários, você não vai vender mais, mesmo aparecendo demais no Google.

Sendo assim, o seu website, para atrair usuários e buscadores precisa focar em:

– Search Engine Optimization (SEO), ou otimização para mecanismos de buscas;

– Campanhas de Links Patrocinados em buscadores e redes sociais.

– Websites amigáveis para dispositivos móveis – conhecidos como websites responsivos;

– Links para redes sociais (principalmente: Twitter, Facebook, LinkedIn e Google+);

– Rel=Author. Se você não sabe o que é isso, leia o artigo: O que é a Rel=Author?

– Técnicas de webwriting na produção de conteúdo.

Esses são os principais tópicos de internet marketing na hora de marcar presença na internet, relacionar-se com consumidores e vender mais.

#2. Para vender mais, faça mobile marketing.

Já é sabido que as pessoas estão cada vez mais, aumentando o uso de tablets e smartphones na hora de responder e-mails, pesquisar produtos e comparar preços.

Mobile Marketing | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoCom isso, os aparelhos já se tornaram muito importantes na hora do auxílio na tomada de decisão. Com certeza isso vai ajudar a sua empresa na hora de vender mais.

As ações de mobile marketing são muito mais do que um simples disparo de SMS. É preciso encarar os equipamentos mobile como uma plataforma de comunicação interativa.

Então, na hora de fazer estratégias de mobile marketing para vender mais, você precisa observar:

– SMS;

– Portal de Voz;

– Bluetooth;

– Games. Sim! A gamificação é a nova onda do marketing;

– Podcastings e videocastins e;

– QR Code.

Lembre-se que para vender mais, você e sua empresa precisam aprender a utilizar novos canais de maneira a espalhar a reputação da sua marca por aí.

#3. Para vender mais, faça marketing de relacionamento.

Sim. Marketing de relacionamento. Eu sei que eu já disse que marketing é vendas e que os dois são relacionamento.

Mas estou falando em investimento em relacionamento.

Marketing de Relacionamento | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoPara vender mais a sua empresa precisa ter um serviço – focado no cliente – diferenciado de tudo aquilo que ele entende por atendimento.

Eu acho que eu nunca vou me cansar de citar o exemplo de Tony Hsieh e como ele fez a Zappos! vender mais focando em atendimento e serviços personalizados.

É o serviço e o atendimento que você dispensa aos consumidores que vão fazer ele falar bem de você e indicar a sua empresa.

Para vender mais, incentive o marketing de relacionamento através de programas úteis de fidelidade.

Toda empresa sonha em ter um programa de fidelidade.

Toda empresa sabe que engajar o consumidor em um programa de fidelidade faz vender mais.

Portanto, para vender mais adapte um programa de fidelidade – que funcione! – para que os clientes continuem voltando.

Mas cuidado! Para vender mais o seu programa de fidelidade tem que funcionar. Caso contrário você só vai conseguir problemas. Não siga, de maneira nenhuma o exemplo das empresas de aviação. É certeza de fracasso na certa!

O segredo de usar o marketing de relacionamento para vender mais é: serviço diferenciado para conquistar e manter clientes e programas de fidelidade (principalmente baseados em gamificação) para manter clientes ativos.

#4. Para vender mais aprenda a fazer promoção.

Caramba! Eu demorei quatro posts sobre vender mais pra falar de promoção. Duvido que você achava que eu ia demorar tanto pra falar sobre isso, não é mesmo?!

Promoção é o mix de marketing mais praticado. Principalmente quando o assunto é vender mais. Praticado às avessas. Mas, mesmo assim ainda é o mais praticado.

Promoção | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoUma coisa na hora de fazer promoções para vender mais: não se esqueça, NUNCA, que promoção tem um custo e, baixar preços abaixa a lucratividade. Então, nunca comece uma promoção pra vender mais se a previsão de aumento for 50% de aumento nas vendas.

Sim. Se você der um desconto, por exemplo de 20% em alguma coisa, mesmo se vender mais, vai precisar aumentar em 40% as vendas para empatar no lucro.

Assim, se somar o investimento na divulgação e no processo de promoção de produtos, sim, para empatar no lucro – não estou dizendo vender mais – você precisa aumentar as vendas em 50%.

Portanto, para realmente vender mais e transformar clientes ocasionais de uma promoção em habituais, toda estratégia de promoção precisa:

– Focar no crosselling. Venda algo que não está em promoção junto com aquilo que está em promoção. SIM, isso vale para produtos e serviços;

– Cadastre os clientes. Geralmente tem-se o hábito de dar um brinde para castrar o cliente. Aqui o brinde já é a promoção. Pegue todos os dados do cliente para que, você sempre consiga contatá-lo nas ações da sua empresa;

Esses dois fatores vão ajudar e muito a promoção se reverter em vender mais e relacionamentos duradouros com os clientes.

#5. Para vender mais, a sua história precisa ser contada.

Se existe um tipo de marketing que vai fazer as pessoas se simpatizarem (ou não com você) é contar a sua história.

Contar a sua história vai fazer com que você segmente os consumidores. Quem pensa como você e acredita no que você prega, vai te seguir e te defender e te indicar e, com isso você vai vender mais.

Escreva a Sua História | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoQuem não pensa como você, não vai te seguir. Simplesmente vai estar indiferente ao seu discurso.

Ou seja, contar a sua história, pregar os seus princípios e valores vai te ajudar a segmentar o mercado e, de quebra vender mais.

Escreva o seu sonho. Escreva o que você vai fazer pelos seus seguidores. Conte a sua história e a sua pretensão.

Além de colocar você em outro patamar mercadológico, essa é a estratégia de marketing mais eficaz que existe e que mais gera boca-a-boca. E claro, no final das contas, vai fazer você vender mais.

O desafio de vender mais é infinito!

A sua empresa precisa vencer o desafio diário de dar certo e vender mais. A sua história precisa chegar nas pessoas.

Com uma história bem contata e uma empresa focada em oferecer serviços como diferencial a sua empresa vai conseguir vencer o desafio de vender mais e influenciar consumidores para que eles se transformem em evangelizadores da sua marca e façam o boca-a-boca acontecer.

É justamente isso que vai fazer a sua empresa se transformar em uma marca: serviços. São eles que vão fazer você vender mais.

Desafio de Vender Mais | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

O desafio de vender mais não tem fim.

O Que Você Está Fazendo Para Vender Mais Hoje?

Vender mais tem tudo a ver com paixão. Paixão é sentimento e, venda sem sentimento não existe.

É impossível ver marketing & vendas separado. Na minha cabeça é assim. Marketing & vendas. Vendas sozinho fica perdido perde o rumo e direção.

Por outro lado, marketing sem vendas não tem crescimento. Ou seja, é IMPOSSÍVEL vender mais hoje, amanhã, ou seja quando for, sem investimentos em marketing e em vendas.

O que eu entendo por investimentos em marketing & vendas para vender mais?

Como TODO MUNDO já falou e todo mundo já sabe, vendas é um processo. Até aí tudo bem, nenhuma novidade, nenhum progresso, nada de novo.

Mas, todo mundo esquece que no processo de vendas existe uma participação muito grande do marketing.

Portanto, para vender mais – nem que seja só um pouquinho você precisa construir relacionamento com pessoas e precisa investir em marketing.

Presta bem atenção nisso que eu to falando: vender mais tem a ver com marketing. E não apenas com vender. O processo de vender mais consiste em elaborar estratégias e ações de marketing para que as vendas aconteçam.

O que eu quero dizer com isso?

Simples. Quero dizer que é impossível vender mais sem investir em marketing.

De quem é o papel de captar leads para vender mais?

Do marketing.

De quem é o papel de organizar, produzir, divulgar eventos para fazer com que a reputação da empresa aumente?

Do marketing.

De quem é o papel de criar uma personalidade para a empresa, uma cultura para funcionários e uma história para ser espalhada?

Do marketing.

De quem é a missão de transformar uma empresa que fornece alguma coisa em uma marca?

Do marketing.

De quem é a missão de realizar promoções para captar mais clientes?

Do marketing.

De quem é a missão de viralizar a empresa?

Do marketing.

Tudo é estratégia de marketing. Inclusive a estratégia para vender mais.

A sua empresa só vai conseguir vender mais quando despertar uma emoção dos clientes e do público.

E eu não to falando em raiva, rancor, ódio, e reclamações. Eu to falando de paixão, empatia e excitação. Sim. Excitação.

Para Vender Mais Desperte Paixão | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Para vender mais desperte paixão.

Na prática, o que você vai fazer pra vender mais?

Preste atenção na historinha…

Eu era (ainda sou) cliente TIM. Estou decidido a mudar de operadora há quase um mês e estava pesquisando as melhores opções. Acabei me decidindo pela Claro.

Ontem eu me dirigi à loja da Claro do Shopping para tornar-me cliente da empresa. Eu escolhi o shopping por ser a mais próxima de mim.

Cheguei retirei a senha e estou aguardando ser chamado.

Não tinha ninguém na minha frente quando eu peguei a senha e, logo depois chegaram duas pessoas, que retiraram senhas diferentes para serviços diferentes.

Meia hora depois eu ainda estava esperando para ser atendido. Ah! E pra ajudar, passaram uma pessoa na minha frente. Quando fui perguntar disseram que ela tinha chegado antes e estava esperando há mais tempo.

MENTIRA. Eu vi ela chegar e retirar a senha. Eu já estava esperando.

O resto da história é que eu esperei para ser atendido e cheguei à conclusão que, no Brasil, qualquer operadora de celular é igual: caga pro cliente. Seja Claro, TIM, Oi, Nextel ou Vivo. Nunca tive boas experiências com nenhuma delas.

Voltando ao que interessa: caramba! Na minha migração os caras me trataram igual a um lixo. Não faltou educação, mas houve descaso. E o pior é que eles sabiam que eu era um novo cliente por que a numeração das senhas é diferente.

Ótima maneira de começar a tratar uma pessoa que quer ser seu cliente.

Em uma empresa grande, de propriedade do homem mais rico do mundo, pode até ser que eles consigam continuar crescendo e vender mais.

Metade disso, em uma empresa menor, já teria sido suficiente para fechá-la e, acabar com a sua reputação.

Qual foi o sentimento que a Claro me despertou ontem?

Primeiro de raiva, porque eu tive que esperar. Segundo, de que eu não valho nada pra ela.

Os caras estão fazendo tudo errado.

O marketing é a camisa dez da sua empresa. É ele que vai armar as jogadas para passar a bola para vendas marcar os gols com o cliente.

Qual é o papel do marketing pra vender mais?

O marketing vai desenvolver a reputação da sua marca. Mas será vendas que mostrará se a reputação é mentirosa ou verdadeira.

O marketing vai desenvolver a cultura da empresa. Mas será vendas que vai aplicá-la ou não no relacionamento com clientes.

O marketing vai planejar meios de atrair clientes e leads. Mas será vendas que vai fazer o negócio acontecer ou não.

O marketing vai, em suma, dizer que a sua empresa é maravilhosa. Mas será vendas que vai mostrar para os consumidores se ela realmente é isso tudo.

Entendeu como funciona o negócio!?!

Você só vai vender mais se investir no marketing que funciona, por um lado. E pelo outro, se investir em vendas.

Por investir em marketing, você tem aí em cima uma grande to-do list pra colocar em prática. Por investir em vendas, você precisa acompanhar o gua de 50 Dicas Para Vender Mais que tá rolando aqui no blog.

Por investir em marketing, lembre-se se despertar paixão em clientes. Por investir em vendas, lembre-se de fazer com que seus vendedores despertem paixão nos clientes.

Por investir em marketing, você precisa mostrar que se importa com seus clientes. Por investir em vendas, você precisa realmente se importar.

Vender mais é uma equação de investimentos. Você investe em marketing e em vendas para que eles dêm resultado. E quando isso da resultado, eles fazem a sua empresa vender mais.

Agora, por investir em marketing e vendas, não estou dizendo para você contratar o Neymar e cagar pro atendimento, pro relacionamento e pros clientes novos, como fizeram comigo.

Isso pode até fazer você vender mais. Mas, por quanto tempo?

Ah! Essa resposta nem eles sabem…

50 Dicas Para Vender Mais, Parte 3.

Hey! Não adianta ficar aí parado olhando para o vendedor reclamando para ele vender mais.

Eu sei que tava todo mundo esperando por mais uma séria de dias para vender mais. E, claro como toda empresa quer vender mais, aqui estamos.

Se você está chegando por aqui agora, eu recomendo que, antes de começar a ler este artigo você leia antes:

50 Dicas Para Vender Mais, Parte 1; e

50 Dicas Para Vender Mais, Parte 2.

Se você ou a sua empresa estiver passando por uma crise, ou se o seu mercado estiver em crise, ou se a crise da Europa estiver afetando o seu negócio, eu aconselho que você leia a minha série de Dicas Para Vender Mais em Tempo de Crise.

Essas dicas para vender mais são de 2009 mas tenho certeza que podemos aproveitar muita coisa. Em matéria de vender mais tudo precisa ser estudado.

E começo por isso a falar sobre vendas…

Para vender mais, todas as possibilidades precisam ser estudadas.

Antes que você me questione, eu disse ESTUDADAS. E não praticadas. Há aí uma grande diferença.

O empreendedor tem geralmente o hábito de a toda reunião sobre vendas mudar a estratégia de abordagem da empresa.

Eu já disse isso algumas vezes e repito. Vendas é um processo. Mudar esse processo a todo momento não vai fazer você vender mais da noite pro dia.

Da mesma maneira que, na agricultura, quando semea-se a terra precisa esperar para a semente brotar, para vender mais a sua empresa precisa focar em um plano de vendas.

As minhas dicas para vender mais de hoje têm a ver com estratégia, plano de vendas e, obviamente execução.

Anote aí: para vender mais você precisa ter foco. Ter foco significa dizer não. Para vender mais a sua empresa precisa elaborar uma estratégia e focar nela.

Ao focar em uma estratégia para vender mais, você precisa executar essa estratégia e ter foco nela. Ou seja, dizer NÃO para todas as outras estratégias mirabolantes para vender mais que vier na sua cabeça.

Vender mais = foco.

Foco = dizer não. Logo,

Vender mais = dizer não.

É mais ou menos assim.

Vender mais é dizer não.

Aprenda a, quando elaborar uma estratégia, seguí-la até que ela dê os frutos esperados, ou seja, que a sua empresa realmente comece a vender mais.

O fato de começar uma estratégia e não levá-la até o fim pode ser o que está afundando com a sua marca.

Por isso, lembre-se em dizer não para todas as ideias mirabolantes que vêm a sua cabeça, todos os dias para vender mais. Isso não vai ajudar.

Então, vamos às dicas para vender mais sobre planejamento, estratégia e foco!

#1. Para vender mais, elabore o seu fantástico diferencial.

Bem, a verdade é que não adianta copiar o concorrente e querer vender mais. Infelizmente isso não vai acontecer.

Foque em Criar um Diferencial da sua Empresa | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoToda empresa tem que ter um fantástico diferencial par vender mais.

Preste atenção… existem milhares de brincadeiras na internet sobre os produtos da Aplle. Todos dizem que eles conseguem vender um produto simples por um preço inacreditável.

E o pior, sem inventar nada.

Mas, converse com um dono de um iPhone, ou outro produto da Apple e veja se ele concorda com isso. Claro que não.

A Apple conseguiu criar o seu fantástico diferencial em cima da inovação e de produtos simples, que até hoje permite que os números de vendas da empresa crescerem. Ou seja, a Apple é uma empresa capaz de sempre vender mais.

E isso vale para todos os produtos que vende.

Qual é a coisa que você faz melhor do que ninguém? Use isto, conte uma história e crie um diferencial, uma cultura entre a sua marca e seus concorrentes.

#2. Para vender mais, aprenda a ser uma empresa gentil.

Em, Gratidão: Como gerar um sentimento incrível de satisfação em todos os seus clientes, Gary Vaynerchuck fala sobre a importância de se focar em fazer com que seus clientes tenham sucesso.

Nos Negócios e Nas Vendas Gentileza Gera Gentileza | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoPor isso, para vender mais é preciso estar comprometido e envolvido com seus clientes.

Uma marca generosa consegue, sem esforços, vender mais. Isso acontece porque a empresa não está preocupada apenas no dinheiro e no lucro, mas sim com o que os clientes pensam sobre ela.

Você interage com seus clientes? Você os ouve, lembra-se deles, e está trabalhando focado em sinceramente fazer com que ele saia entusiasmado da sua empresa?

Vender mais é totalmente proporcional com o empenho que a sua empresa deposita naquilo que a Zappos! diz por despertar “WOW!” nos clientes.

Quando o cliente sai da sua loja o que ele pensa? Será que ele quer voltar? Como a sua empresa está trabalhando a generosidade para vender mais e criar uma cultura em volta do atendimento.

Produtos não são diferenciais. Produtos não vão fazer você vender mais.

O que vai fazer a sua empresa vender mais é o serviço que vem junto; o atendimento, a assistência técnica, o modo de atender telefone, a maneira dos funcionários se tratarem, a maneira que a equipe se veste, se comporta, fala e etc. É isso que vai – ou não – fazer a sua empresa vender mais.

#3. Para vender mais, a sua reputação precisa chegar no cliente antes da sua proposta.

Pense bem… quantas vezes esse ano você buscou, na internet ou com amigos, empresas para fazer negócios esse ano.

Crie a Reputação da sua Empresa | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoVárias, não é mesmo?!? Então, a reputação da empresa chegou antes da empresa até você. Seja por artigos, seja por elogios de clientes, seja por cases de sucesso. Ou até mesmo porque a concorrência fez e deu certo. Isso vai fazer a sua empresa vender mais.

A única verdade absoluta sobre vender mais é: a sua empresa só vai vender mais se fizer seus clientes darem certo.

A sua empresa só vai vender mais se, antes de empurrar uma proposta goela abaixo do seu cliente você mostrar pra ele que sabe do que tá falando.

A sua empresa só vai vender mais se tiver reputação.

E sim, você só vai vender mais se, pessoas (satisfeitas, claro) falarem bem de você.

#4. Para vender mais, meça o seu desempenho junto a clientes.

Quantas vezes você ligou para os seus principais clientes para fazer uma avaliação da sua empresa.

Avalie o Desempenho da sua Empresa | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoQuantas vezes você pediu ao seu cliente para apontar um erro seu que ele gostaria que fosse corrigido?

Sim. Para vender mais você precisa aprimorar a cada dia. E, para isso acontecer precisa medir o seu desempenho junto aos clientes.

Você só vai vender mais quando estiver melhorando o seu desempenho. E pra isso, nada como escutar a opinião sincera. Vender mais é aparar as arestas e não repetir erros.

No final, meça a satisfação dos seus clientes perguntando se ele indicaria a sua empresa para um amigo. Caso ele diga sim, peça a indicação.

As pessoas têm muito mais facilidade para aceitar um contato feito através de indicação do que de uma empresa que mal conhecem. Conseguir indicações de clientes satisfeitos vai certamente fazer com que a sua empresa consiga vender mais.

#5. Para vender mais, personalize o atendimento.

Sim! Não adianta todo mundo atender todos os clientes. É preciso transformar os vendedores em especialistas de clientes. Para isso, separe a equipe de vendas de duas maneiras.

Segmente Mercados e Vendedores | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoPara vender mais, separe a equipe de vendas por processos de vendas.

Muitas vezes, um vendedor com boa prospecção não é bom no fechamento. Ou na qualificação. Ou negociação, apresentação e por aí vai…

Por isso, coloque quem é bom em prospecção pra prospectar. Coloque quem é bom em fechamento, pra assinar as propostas. E assim por diante. Uma equipe bem dividida vai fazer a sua empresa vender mais.

Para vender mais, separe a equipe de vendas por segmentos.

Se você vende para a indústria e para o comércio, por exemplo, a abordagem é o processo decisório é totalmente diferente.

O mesmo vale se você vende para B2C e B2B. Uma venda, um cliente, é totalmente diferenciado do outro.

Portanto, para vender mais, crie vendedores especialistas em cada segmento. Um vendedor expert em B2B, outro em B2C. Isso vai fazer com que eles entendam o processo de vendas para aquele cliente e saiba como ninguém realizar a venda.

Não basta segmentar clientes. É preciso segmentar vendedores também. Isso é um grande passo para vender mais.

Como sempre digo, vender mais não é mágica.

Não existe fórmula secreta. Não existe receita de bolo para vender mais.

Vendas é um processo dinâmico e, para vender mais você precisa se transformar em uma empresa dinâmica. Esse é o primeiro grande passo para vender mais: vencer a inércia.

Por outro lado, se mexer demais pode atrapalhar a sua empresa a vender mais. Portanto, o pulo do gato está em saber a hora de começar e a hora de parar de se mexer.

Vender mais é o resultado do equilíbrio dessas duas coisas.

E é justamente o esforço para esse equilíbrio que faz toda a diferença.

Vender Mais é Equilíbrio | ThinkOutside - Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Vender mais é o equilíbrio entre saber a hora de começar e a hora de parar de se mexer.

50 Dicas Para Vender Mais, Parte 2.

Superar o desafio de vender mais. Essa é a missão de todo empreendedor pela manhã. Por isso, só uma equipe de vendas profissional consegue fazer uma empresa vender mais.

Na semana passada eu iniciei uma série aqui sobre vender mais. Com o primeiro post, de dez sobre 50 dicas para vender mais, eu espero dar a empreendedores, gerentes de vendas, supervisores, representantes comerciais e vendedores provocações sobre a maneira de pensar as vendas e, com isso, vender mais.

As dicas para vender mais da semana passada foram baseadas em relacionamento. As dicas para vender mais dessa semana serão baseadas em equipes de vendas.

Todo mundo coloca a culpa – e a responsabilidade – de vender mais em vendedores. Mas é a cultura da empresa que vai fazer com que vendedores se sintam provocados a agir. E assim, vender mais.

É verdade.

O empreendedor acorda de manhã com a ideia de que precisa vender mais pra fechar o mês. Ou que precisa vender mais pra expandir. Ou simplesmente que precisa vender mais porque quer.

E chega na empresa e cobra os vendedores para vender mais. Ou chega na empresa e cobra o gerente para “se virar” e fazer com a equipe de vendas trabalhem para vender mais.

Sim. As dicas para vender mais de hoje são sobre administração da força de vendas.

#1. Para vender mais, mantenha seus vendedores constantemente reciclados.

Dicas Para Vender Mais - Reciclagem de Vendedores - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

É preciso reciclar vendedores SEMPRE! Isso ajuda na hora de vender mais.

Sim. Constantemente atualizados sobre vendas, sobre produtos, sobre concorrentes, sobre a empresa, sobre a marca, sobre os investimentos.

Os vendedores, para vender mais, precisam se transformar em homens de negócios, focados no sucesso dos seus clientes.

E para se transformar nesses homens de negócios e vender mais é preciso estudar e se atualizar sempre.

Muita gente diz que vendedor é preguiçoso. Que não gosta de ler. Que não gosta de estudar.

MENTIRA!

Todo vendedor adora vender mais. Porque vai ganhar mais.

Portanto, promova capacitação e reciclagem de vendedores na sua empresa constantemente. Esse é o primeiro passo para uma equipe vender mais.

Além disso, promova competição de estudos. Para vender mais, o vendedor precisa devorar livros, artigos, palestras, etc.

Portanto, promova entre os vendedores uma competição que estimule os estudos individuais. No final do mês, o vendedor que mais leu, mais foi a eventos de vendas precisa fazer uma palestra com o que aprendeu. Depois de ser avaliado por toda a empresa, inclusive colegas de vendas, caso ele realmente tenha aprendido alguma coisa, premie aumentando o percentual da sua comissão.

A empresa estará investindo em um pequeno gesto que, se tornará em uma obsessão para os vendedores e, consequentemente a sua empresa terá mais gente capacitada e preparada para vender mais.

#2. Para vender mais, premie os melhores.

A igualdade no trabalho está em tratar os diferentes com suas diferenças. Um bom vendedor será estimulado a vender mais se for tratado como tal.

Dicas Para Vender Mais - Premiação de Vendedores - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Premiar os melhores estimula o desempenho para vender mais.

Portanto, para vender mais, trate os melhores como tal. Com isso os outros vendedores vão se empenhar para vender mais e ter as mordomias dos melhores.

Algumas dicas de tratamento para os melhores vendedores:

  1. Dê flexibilidade de horário para eles. A opção de entrar mais tarde e sair mais cedo pode ser um belo atrativo. Em contrapartida quando estiverem trabalhando estarão totalmente focados em vender mais.
  2. Dê as melhores posições para eles. As primeiras posições nas mesas; as primeiras posições no atendimento online, as primeiras agendas.
  3. Ofereça cursos extras, como inglês, espanhol, academia e/ou atividades físicas.

Essas são apenas algumas atividades que a sua empresa pode proporcionais aos melhores vendedores e fazer com que toda a equipe trabalhe para vender mais.

#3. Uma equipe é tão forte quanto seu elo mais fraco. Para vender mais, capriche na seleção de vendedores.

Dicas Para Vender Mais - Seleção de Vendedores - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Para vender mais é preciso aprender a selecionar vendedores.

Sim. Não adianta ter um super-vendedor na sua equipe se o restante não presta. Para vender mais, é melhor ter um processo demorado de contratação que meça toda a capacidade e talento dos candidatos.

É aconselhável fazer entrevistas individuais, dinâmicas em grupo, simulações, testes práticos e teóricos para saber qual o verdadeiro potencial de vendas de cada candidato.

Apenas uma equipe composta por vendedores profissionais conseguirá sobreviver ao desafio de vender mais todos os dias.

Algumas coisas que você precisa fazer, durante a seleção, para encontrar uma equipe comprometida a vender mais:

  1. Faça com que os candidatos se entrevistem. Coloque um candidato para fazer a entrevista com o outro. Isso vai mostrar a capacidade do vendedor de fazer perguntas.
  2. Faça experiência de uma semana com eles. Dê métricas e metas para que eles cumpram.
  3. Faça dinâmica de grupos sobre trabalho em equipe;
  4. Faça testes psicotécnicos e vocacionais com os candidatos. Muitos candidatos não são vendedores. Apenas estão vendedores por falta de opção.

Além disso, a equipe precisa ser renovada constantemente. O gás de alguns vendedores vai diminuindo, eles vão desanimando. Isso é normal em vendas e, pode até causar uma queda nas vendas.

Portanto, para vender mais, renove a equipe, tire as frutas podres e deixe apenas os melhores.

#4. Para vender mais, treine os roteiros. Vendas não é improvisação. Vendas é um processo que precisa ser estudado e cumprido.

Para vender mais, todo vendedor precisa saber o que tem que fazer na empresa. Responder e-mails, falar com os clientes que já compram, relacionar-se com a comunidade na internet, escrever para evangelizar clientes, fazer contatos telefônicos.

Dicas Para Vender Mais - Roteiros de Vendas - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Para vender mais é preciso ter roteiros do processo de vendas.

Só é possível vender mais se existir métricas de vendas.

A sua empresa só vai conseguir vender mais quando os vendedores souberem o roteiro do processo de vendas e o tiver bem ensaiado e praticado. Aí sim, quando o negócio virar um hábito, a coisa funciona e a empresa vai conseguir vender mais.

Como um processo, a área de vendas precisa ser roteirizada e transformada em hábito. A sua empresa não vai vender mais da noite pro dia. A sua empresa não vai vender mais com pangarés.

Quando a sua empresa vai vender mais?

Quando o processo de vendas for transformado em métricas e como tal acompanhado diariamente.

Uma venda não acontece por acaso. Ela é fruto de propostas emitidas, reuniões agendadas, campanhas de marketing, reputação da marca e relacionamento. Só vai vender mais uma empresa que se relaciona com pessoas.

Por isso trace métricas. Métricas de visitas, reuniões, apresentações de propostas, participação em eventos de networking, e o que mais for necessário em sua área.

Se você tiver com dúvida para traçar métricas de vendas para a sua empresa vender mais, fala comigo que eu vou ter o maior prazer em ajudar a sua empresa a vencer o desafio de vender mais.

#5. Para vender mais é preciso se adaptar.

Adapte-se, ou morra!

Dicas Para Vender Mais - Adapte-se ou Morra - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Vender mais: adapte-se às mudanças, ou morra!

É mais ou menos assim que funcionam as coisas em vendas. Quer vender mais? Adapte-se seus produtos, seus funcionários, sua empresa à uma cultura focada em transformar seus serviços como diferenciais da sua marca.

Somente assim a sua empresa irá vender mais. Criando diferencial para funcionários, através de uma cultura inovadora, centrada no cliente. E, criando diferencial para clientes ao ter uma equipe TOTALMENTE centrada no sucesso do cliente.

Aceitar o não em uma proposta de um cliente não vai te fazer vender mais. O que vai fazer a sua empresa vender mais é entender por que esse não foi dito e trabalhar para que ele não se repita.

Profissionaliza sua equipe de vendas para consultores de sucesso dos clientes. Essa é uma grande, e riquíssima, dica para vender mais.

Para vender mais, você precisa atrair as pessoas certas para o seu lado, estimulá-las e incentivá-las.

Só assim elas farão o mesmo pela sua empresa e pelos clientes.

Essa é a única receita sobre gestão de vendedores, motivação e liderança que funciona. O resto é balela.

Dicas Para Vender Mais - Atrair Pessoas Certas - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Vender mais é um trabalho de atrair pessoas certas. Pessoas certas para representar sua empresa, e com isso encontre clientes com os mesmos valores que a sua marca.

50 Dicas Para Vender Mais, Parte 1.

Toda empresa quer – e muitas vezes precisa – vender mais. Pois então aqui vão algumas dicas para ajudar a sua empresa a vender mais de maneira profissional.

Um dos desafios do marketing & vendas de toda empresa é trabalhar a favor do crescimento. E para alavancar o crescimento é necessário aumentar as vendas, aumentar a lucratividade e etc.

Sendo assim, eu elaborei um pequeno guia com 50 dicas para vender mais, que eu separei em dez posts, com cinco dicas cada.

Sim. Eu sei que toda empresa, principalmente as micro e pequenas, querem vender mais.

Sim. Eu sei também que existem milhares de dicas na internet sobre vender mais.

Mas, mesmo assim eu acredito que ainda existe espaço para pensar em vender mais de uma maneira diferente e, pensando nisso, inicio hoje uma série de posts sobre vender mais.

Vender mais é o maior desafio de toda empresa. As empresas que não encaram o crescimento como meta vão acabar sucumbindo.

Sim. Todos os dias o gerente de vendas tem que levantar da cama com isso em mente. Ele precisa se perguntar o que precisa fazer para vender mais.

O vendedor profissional, ou vendedor 2.0 também precisa ter isso em mente.

Afinal, com recursos e tecnologias cada vez mais permissivas e com as técnicas corretas de vendas sempre é possível vender mais, além de vender mais para clientes já existentes.

Vamos à primeira parte da série dicas para vender mais:

#1. Para vender mais, nunca deixe de estudar.

Para Vender Mais Nunca Deixe de Estudar - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoAssim como qualquer carreira, vendas evolui. É importante estar sempre atento às tendências e comportamentos dos clientes sobre vendas. Nada pior do que estar desatualizado na profissão que você atua.

Todo vendedor, gerente de vendas e empreendedor que se preze é um devorador de livros de marketing & vendas. Um vendedor atualizado é o primeiro grande passo para vender mais sempre.

Lembre-se que, há pouco tempo atrás o modo de comprar e vender era totalmente diferente do que o de hoje.

E com o ritmo das mudanças, as coisas vão mudar ainda com mais rapidez. O único diferencial competitivo das empresas é o conhecimento transformado em prático. Isso sempre vai permitir vender mais.

Hoje em dia, por exemplo, muitos clientes não aceitam ser incomodados com ligações de vendedores. Lembre-se que, cada vez mais o telefone está entrando em descrédito quando o assunto é vendas.

Portanto, para vender mais é preciso estudar novos métodos de vendas.

#2. Para vender mais, você precisa estar online.

Para Vender Mais Você Precisa Estar Online - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoEssa é uma verdade absoluta sobre vendas. Você precisa estar em todos os canais. Se você ainda não tem e-commerce, tenha um site com um ótimo visual e muitos artigos sobre vendas.

Esteja no atendimento online, no formulário de contato e responda rapidamente as dúvidas dos clientes.

Para vender mais, a sua loja não pode ser o único canal de vendas do cliente. Você precisa implementar televendas, vendas online, vendas pela internet, e tudo que for possível.

Canais diferentes de vendas vão certamente fazer você vender mais. Você precisa estar disponível. Acredite, se o cliente for até você e não te encontrar ele vai desistir.

#3. Para vender mais, segmente os clientes.

Para Vender Mais Segmente os Clientes - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoAté uma lojinha de bairro que vende roupas femininas precisa segmentar seus clientes.

Segmentar os seus clientes vai fazer com que você sempre possa vender mais para aquela galera que já compra com você.

Por que segmentar?

Por que se você sabe qual tipo de produto um cliente mais compra, quais os interesses deles, qual o ticket médio da compra dele, quantas vezes ele comprou nos últimos meses, aonde o cliente mora, qual o telefone, e-mail, endereço, fica mais fácil de você oferecer um produto que se encaixe 100% no gosto dele.

E uma coisa é verdade. É mais fácil vender mais para quem já compra de você do que conquistar um novo cliente. Isso já é uma coisa bem manjada no mundo das vendas.

Por isso, sempre que o cliente comprar pela primeira vez na sua loja, ofereça um brinde, um desconto, ou algum incentivo para ele se cadastrar.

E quando eu digo cadastro, digo cadastro de verdade. Não apenas nome e endereço. Mas sim TUDO que você possa saber sobre ele que vai te ajudar a entender o seu comportamento e, com isso fazer você vender mais.

#4. Para vender mais, peça indicações.

Para Vender Mais Peça Indicações - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoVocê sabia que pedir indicação de leads para quem já compra de você é uma excelente estratégia para vender mais?

Então não perca a oportunidade de sempre pedir indicações para clientes. Se um cliente já compra com você com certa frequência e gosta do seu produto ou serviço, peça para ele indicação de pessoas que possam se interessar por aquilo que você vende.

Mesmo que para isso você dê um pequeno percentual de desconto, ou um brinde, ou aumente o prazo de pagamento.

É muito importante que, toda vez que um cliente que já compra com você e te conhece for comprar novamente, você peça uma pequena lista de indicações.

É muito mais fácil vender para alguém que foi indicado por um cliente, do que para alguém desconhecido.

A indicação da ideia de que a sua empresa tem o aval e o apoio da pessoa que lhe indicou e isso vai ajudar a abrir algumas portas no novo cliente.

Pedir indicações é um passo muito importante e, de muito resultado pra vender mais.

#5. Para vender mais, faça eventos.

Para Vender Mais Faça Eventos - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e InovaçãoVocê acha que uma loja de roupas faz evento de lançamentos de coleções apenas por que ela quer mostrar o que tem pra vender?

Errado!

Uma empresa que faz isso, o faz pensando em vender mais.

Como?

Bem, ao convidar seus melhores clientes para o evento de lançamento eles terão o privilégio de ver e comprar seus produtos ou serviços antes de todo mundo, justamente por que são os seus melhores clientes.

Além disso essa é a oportunidade para se relacionar com esses clientes, que são os melhores e dar-lhes tratamento especial.

Quando clientes especiais são tratados como tal e têm privilégios, certamente eles recompensarão a sua empresa comprando mais.

Realizar eventos, de networking, de lançamento, de promoções sempre é uma excelente oportunidade de vender mais para os clientes que já compram com você.

#5.5. Para vender mais, junte as dicas 4 e 5.

Você precisa pedir indicações para seus clientes para vender mais.

Quando chegar a sua coleção nova, ou quando você for lançar o seu mais novo serviço, convide os seus top 20 clientes para o evento de pré-lançamento.

Junto com esse convite, peça para que ele leve dois ou três amigos para o evento. Prometa algum desconto no produto – que já será lançado com desconto pra ele, que é especial – para cada pessoa que ele levar. Ou um período de degustação.

Funciona mais ou menos assim:

A nova coleção será lançada para os clientes preferenciais com 10% de desconto. Para cada amigo que ele levar, e comprar alguma coisa, ele ganha mais 5%.

Aí, quando o cliente novo, amigo do seu cliente VIP comprar, você faz o cadastro dele, como na dica 3.

Certamente você, mesmo com os descontos, irá vender mais e fazer a diferença no faturamento e no número de clientes cadastrados.

Além disso, peça constantemente indicações para seus clientes ativos e que já compram habitualmente com a sua empresa. É muito mais fácil vender para alguém que foi indicado por um cliente, do que para alguém desconhecido.

A indicação da a ideia de que a sua empresa tem o aval e o apoio da pessoa que lhe indicou e isso vai ajudar a abrir algumas portas no novo cliente.

Pedir indicações é um passo muito importante e, de muito resultado pra vender mais.

Esse é o primeiro passo do nosso guia para vender mais. Basicamente todas essas dicas de hoje têm a ver com relacionamento.

Além de abrir portas, relacionamento faz com que a sua empresa consiga vender mais para clientes já existentes.

Exercite esses cinco passos e meio para vender mais e fique atento às oportunidades de vendas.

A lição mais importante da primeira fase dessas dicas é: para vender mais, fortaleça os laços e relacionamentos.

Vendas é Relacionamento - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Para vender mais, relacione-se mais e melhor com seus clientes!

Tipos de Marketing: Esse não Deve ser o seu Foco!

Muitas empresas têm o marketing como o fim, e não o meio. Abusam dos tipos de marketing e esquecem que, no centro do palco, quem deveria estar é o consumidor. Os tipos de marketing só servem como caminho até o interesse final de toda marca, o consumidor.

Independente do tipo de marketing que você faz na empresa, ele é só um meio de focar no diálogo e relacionamento com o cliente. A essência do marketing não é o marketing direto, o marketing de relacionamento, o marketing de conteúdo, o marketing digital o marketing interno, o marketing disso, o marketing daquilo e daquilo outro.

Bem. O único papel do marketing não é comunicar, não é vender, não é anunciar.

Isso tudo aí a publicidade faz sozinha, sem a ajuda de ninguém, com uma animação bonitinha cantando: “pôneis malditos, pôneis malditos, lá, lá, lá, lá, la, lá, lá”.

O foco do marketing é o consumidor. O marketing é o camisa dez de um time que liga a sua empresa, sua reputação, seu diferencial, seus produtos, seus funcionários, sua belíssima sede em uma bela avenida, ao consumidor que compra o seu produto todos os dias. Ou não.

Digital, conteúdo, direto e etc. é o canal do marketing. Marketing digital ainda é marketing. Mas só é marketing se não se concentrar só no digital e esquecer o resto. Só é marketing se o foco no final das contas for o cliente, for o relacionamento, for o contato e o diálogo. Não existe marketing sem pessoas, não SAC sem consumidor e não existe venda sem aproximação.

Tipos de Marketing - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

Os tipos de marketing são apenas os canais para sintonizar com o consumidor.

 

Marketing deixou de ser uma atribuição apenas de um setor da empresa. TODO mundo precisa pensar marketing porque tudo influencia positiva ou negativamente o que o cliente pensa a respeito dos produtos e da empresa. Pensar marketing significa entender o poder do consumidor em comprar, e com isso tornar bem sucedido um produto, ou fracassar de vez com a empresa.

O “bom dia” do funcionário pro cliente é marketing.

O texto do e-mail do funcionário pro cliente é marketing.

A proposta que o vendedor envia pro cliente também é marketing.

O atendimento do SAC da empresa é marketing.

O tempo de resposta de uma solicitação é marketing.

O roteiro de ligações para clientes é marketing.

A maneira com que os funcionários lidam com problemas de clientes é marketing.

Todo funcionário é um embaixador da marca da empresa e, como tal é responsável pela impressão que a empresa passa para os clientes antes, durante e principalmente depois das vendas.

Eu penso que, a partir do momento que as estratégias de marketing pararem de pensar no tipo de marketing e focar no resultado que o conjunto MARKETING precisa trazer para a empresa, inclusive internamente, com os embaixadores, aí sim lojas se transformam em marcas.

As empresas, quando traçam o plano de marketing e partem pra ação prendem seu foco nele. Separam o marketing através das diversas áreas planejadas, pulverizam dinheiro com promoções, anúncios na internet, redes sociais, mas quando ganham atenção do cliente não sabem o que fazem. Não entendem que desde o começo o MARKETING era um processo para fazer com que o cliente percebesse os diferenciais da sua marca.

E por diferenciais estou falando muito mais do que preço baixo e parcelamento sem juros.

O que é diferencial pra você?

Entrega imediata não é diferencial; sede própria não é diferencial; número de funcionários não é diferencial; aceitar todos os cartões de crédito não é diferencial; ter funcionários uniformizados não é diferencial; sacola personalizada não é diferencial; etc.

Diferencial é a maneira de atender, de tratar, de fornecer o produto, de dar garantia, assistência técnica, abrir e atender chamados, de capacitar os clientes para usarem o seu produto, de evangelizar os clientes, de se lembrar dos clientes, e por aí vai.

Tudo aquilo que o cliente sente de diferente – pra melhor ou pior – é diferencial.

Tudo aquilo que você consegue despertar no cliente que o atraia para a sua marca é diferencial.

E quem cria o diferencial não é o tipo de marketing. A sua empresa tem que fazer marketing pelos meios que mais se identifica apenas por uma razão: mostrar para os clientes que é única.

No fundo, todo marketing é relacionamento. Todo relacionamento é 1-a-1. Por isso, pra fazer efeito, depois que o meio que você escolheu de marketing (digital, conteúdo, direto, etc.) faz efeito, entra em cena o verdadeiro marketing P² (pessoas x pessoas). É aí que mora a diferença. É nesse segmento que o negócio precisa funcionar.

Quando máquinas, cliques, panfletos, palavras, música e videozinhos bonitos dão lugar a pessoas, é aí, no corpo-a-corpo que o marketing faz efeito.

O resto é besteira.

O resto é boato.

O resto, é resto.

Tipos de Marketing - ThinkOutside | Marketing & Vendas, Empreendedorismo e Inovação

De todos os tipos de marketing, o único verdadeiro é o 1-a-1.

 

Tudo que você precisa aprender sobre vendas e não tinha pra quem perguntar.

Eu sempre fui um grande apaixonado por vendas. Principalmente as difíceis que demandam uma grande atenção, generosidade e conehcimento técnico. Na verdade, tenho certeza que são nessas vendas que diferenciamos o joio do trigo, os tiradores de pedidos e atendentes de vendas (sem desmerecer o termo atendentes) dos VENDEDORES PROFISSIONAIS (os vendedores 2.0).

Geralmente o termo 2.o é usado para demonstrar algo ligado à tecnologia. Em “Como se transformar em um vendedor 2.0” eu mostrei, lá em 2009, como empregar a tecnologia a favor das vendas.

Agora, 2.0 não é apenas mais alguma coisa incrementada pela tecnologia, mas porque precisamos de uma “nova versão”. Precisamos urgentemente de uma nova versão de vendedores.

Todo mundo diz que vendas é a segunda profissão mais antiga no mundo e a menos profissionalizada (podemos dizer o mesmo da primeira?). Mas agora acredito que empresas e pessoas não querem mais saber de papo furado com vendedores que não sabem para onde rumar. As pessoas por trás das empresas precisam dar certo. Os problemas têm que serem resolvidos. As inseguranças precisam ser sanadas. AGORA.

Não há tempo para espera.

E quem será o supervendedor que vai resolver todos esses problemas? Quem vai surgir em meio a escuridão com soluções, conhecimento, audácia e provocações necessárias para resolver problemas que os clientes nem sabem que têm?

O vendedor 2.0. Vender 2.0 é vender de verdade. A verdadeira venda 2.0 é um misto de marketing com relacionamento, com capacitação de vendas, com provocação, com educação, com mostrar o caminho, com reputação, com generosidade, com vendas 3.0, com estudo constante.

Um vendedor 2.0 é um homem de negócios cuja missão é FAZER OS CLIENTES DAREM CERTO!

Um vendedor 2.o é um gestor de projetos. Projetos de ajudar o cliente a superar o desafio de dar certo.

Um vendedor 2.0 é um guerreiro armado de tecnologia, planos, gestão de relacionamento, networking, ideias, desafios para motivar e cativar o cliente.

Um vendedor 2.0 é um produtor, escritor, falador, praticador e provocador de novas ideias, atitudes e resultados inesperados.

Um vendedor 2.0 é um guru das redes sociais, marketing e gestão.

Um vendedor 2.0 é um eterno estudioso de relacionamento, vendas, marketing, tecnologia, pessoas e inovação.

Um vendedor 2.0 é um empreendedor.

Um vendedor 2.0 é aquele que quando a porta não se abre, arruma um jeito de arrombá-la.

Um vendedor 2.0 é aquela pessoa que merece ser ouvida. E por ela ser ouvida, sua reputação chega antes dela na empresa.

Um vendedor 2.0 é o profissional que todo vendedor precisa se tornar para ser relevante.

Ser um vendedor 2.0 deve ser a missão de todo profissional que trabalha com vendas.

Por esses motivos eu gostaria de convidar você para o webseminário A (R)Evolução do Vendedor 2.0: Práticas para revolucionar a sua carreira de vendas.

Esse é o webseminário que você que quer entrar na carreira de vendas precisa fazer, o webseminário que quem quer se profissionalizar em vendas precisa fazer, o webseminário que o vendedor que quer se reciclar precisa fazer.

No final do webseminário você vai ser provocado a pensar de uma maneira diferente sobre vendas.

Faça já sua inscrição no link abaixo!

Convite para o webseminário A (R)Evolução do Vendedor 2.0.

8 Dicas de e-mail marketing para uma loja virtual.

Um elemento de grande importância no planejamento de marketing no e-commerce é certamente o e-mail marketing. O e-mail marketing tem como finalidade gerar RELACIONAMENTO entre lojista e consumidores.

É através do e-mail marketing que você vai se relacionar com seus atuais e potenciais clientes. Portanto, fazer a coisa da maneira correta é muito importante para que os resultados apareçam.

Sendo assim, nós elaboramos um pequeno guia com 08 dicas sobre como você pode explorar melhor o seu e-mail marketing e transformá-lo em uma ferramenta de geração de demanda.

#1. Tudo começa pelo título.

O seu e-mail marketing precisa ter um título inteligente para não passar por um folheto online, ou ser confundido com um spam. O título é justamente o gatilho, e é ele que vai fazer o cliente abrir o seu e-mail, ou manda-lo para a lixeira.

Sendo assim, a primeira coisa a fazer é criar um título que não pareça com um anúncio, e fugir de palavras como “oferta”, “promoção”, “queima de estoque”, “imperdível” e outras do gênero.

A verdade é que as pessoas costumam abrir e-mails que possuam um título que seja ao mesmo tempo atraente, simples, direto e sem enrolação.

Por isso, títulos como “Seleção de produtos para o feriadão com as crianças” soa bem melhor do que “Oferta imperdível para o final de semana”.

#2. O conteúdo precisa ser personalizado.

O cliente precisa receber e-mails com MENSAGENS que tenham a ver com o seu perfil. Portanto, se o cliente comprou um computador, talvez ele não tenha nenhum interesse em receber um e-mail com ofertas de produtos de beleza.

Você precisa segmentar os clientes por interesse e enviar e-mails com ofertas de acordo com esses interesses, porque caso contrário os e-mails não surtiram nenhum efeito e passarão a ideia de que você não presta atenção ao que o cliente compra.

O segredo em um e-mail marketing é mostrar para os clientes aquilo que eles querem comprar, e não o que você quer vender. Senão, o negócio acaba soando como empurroterapia e ele se enche.

#3. Utilize um sistema de envio.

O principal motivo pelo qual você deve usar um sistema de envio de e-mail marketing são os relatórios analíticos. Não adianta você sair mandando e-mails para todo lado sem conseguir medir se a coisa toda está funcionando.

Por isso, antes de pensar em e-mail marketing encontre a ferramenta adequada para monitorar os seus envios.

Tenha em mente as seguintes métricas quando for analisar os relatórios de envio:

  1. Quantos e-mails foram enviados?
  2. Quantas pessoas clicaram em alguns dos links do e-mail?
  3. Quais links foram mais clicados?
  4. Quantos cliques resultaram em compra ou atingiram a meta do site?
  5. Quantos visitantes retornaram?
  6. Quantos usuários saíram da lista?

Tudo isso é de grande importância para que seja possível medir o alcance e a eficácia dos e-mails que você anda enviando.

Além disso, os relatórios analíticos servem para você pautar as suas próximas campanhas. As próximas campanhas precisam ser influenciadas pelas campanhas que tiveram maior retorno.

#4. Cuidado com o spam.

A primeira coisa a fazer depois que seu e-mail estiver pronto é checa-lo para ver se ele vai passar pelos filtros dos principais servidores. A maioria dos sistemas de envio tem um checador de spams e é muito importante essa análise.

Muitas mensagens acabam não chegando ao seu destino simplesmente porque os filtros as classificam como spam. Portanto, caso o checador dê sinal vermelho para o seu e-mail, descarte-o e faça outro.

#5. Dê liberdade para as pessoas entrarem e saírem.

O seu e-mail marketing precisa dar ao cliente a liberdade para sair da sua lista quando ele quiser. Assim, não se esqueça de incluir um link para o cancelamento do recebimento dos e-mails. E assegure-se, principalmente de que esse link funcione, e que todas as solicitações de exclusão sejam realmente atendidas.

Se o cliente tem o direito de entrar quando bem entender na sua lista de envios, ele também tem o direito de sair. Seja simples e direto. Deixe-o livre pra entrar e sair quando quiser.

#6. Construa a sua própria base de envio.

Por mais que seja tentador comprar uma base de dados com duzentos mil e-mails cadastrados, essa não é uma boa maneira de começar a espalhar o conteúdo de seu e-commerce por aí.

Isso porque você não conhece aqueles e-mails, não conhece as pessoas e, não sabe se eles têm o mínimo interesse naquilo que você vende. Portanto, esqueça a ideia de comprar uma base e cresça de maneira inteligente.

O ideal é deixar com que os interessados se cadastrem. Ao mesmo tempo, envie os e-mails para os clientes que já compraram de você. Essa é a melhor receita para um e-mail marketing que funciona.

Além disso, no momento em que o cliente se cadastrar peça para que ele informe seus interesses. Será dessa forma que você segmentará um cliente que ainda não comprou.

Assim, quando você enviar algum e-mail marketing, o cliente provavelmente se interessará em abri-lo.

#7. Envie mensagens não comerciais.

Esse é um fator que pode ser muito positivo para a sua marca. Não foque apenas no envio de promoções e lançamentos.

Intercale o envio de mensagens comerciais com outras mensagens, como artigos, dicas, informações úteis e conteúdo relevante e de qualidade, isso vai aproximar o consumidor da sua marca.

#8. Teste o seu template.

Não adianta você ter o template mais bonito se ele não funcionar.

Assim, envie as primeiras mensagens para você mesmo e veja como o e-mail marketing se comporta quando aberto nos principais serviços de e-mail. Caso o resultado não seja positivo, faça as alterações necessárias e continue testando até o resultado ser satisfatório.

Nós acreditamos que essas dicas transformarão de uma vez por todas os seus e-mails em uma ferramenta interessante e relevante que chame atenção dos clientes.

O e-mail marketing é uma ótima estratégia para aumentar a fidelidade dos visitantes e as taxas de conversão do seu e-commerce. Seguindo essas dicas, temos certeza que o e-mail marketing se transformará em uma ferramenta de marketing que faz a diferença para a sua loja virtual.

Este post foi faz parte de uma série de posts escritos por mim e pelo Ricardo Jordão Magalhães e publicado originalmente no Blog da Rakuten.

7 Dicas indispensáveis para a construção de uma página de produto matadora.

A página de detalhe de um produto dentro de uma loja virtual é a “landing page” oficial do produto na hora da compra.

Se a página não for rica em detalhes que ajudam e motivam o cliente a decidir a compra, ele vai cair fora.

Estudos indicam que o cliente não fica mais do que 5 segundos em uma página de detalhe de produto.

É nessa hora que você pode perder ou ganhar uma venda. Isso porque, no e-commerce, a sua loja virtual é o seu vendedor e, cabe à página de produtos ser uma boa vendedora para conseguir transformar visitantes em clientes.

A página de produtos é um dos seus maiores aliados na hora de aumentar a taxa de conversão do seu site. A página de produto precisa ser atrativa o suficiente para o cliente enxergar seriedade na sua empresa e, ao mesmo tempo se encantar com os seus produtos.

Pensando nisso, nós da Rakuten elaboramos uma série de dicas para que você transforme a sua página de produtos no estado da arte do e-commerce.

#1. Uma imagem fala mais do que mil palavras.

Na internet o texto de descrição do produto não é o suficiente para fechar uma venda. O produto precisa de fotos fantásticas para fechar a compra.

Imagens em alta resolução, imagens tratadas com software de tratamento de imagens, recursos de visualização de fotos em 360 graus, e possibilidade de dar zoom nas fotos são alguns dos recursos que você pode usar imediatamente incrementar o destaque das fotos na página de descrição dos produtos.

#2. Foco nos vídeos.

Os vídeos de produtos serão a próxima grande coisa no comércio eletrônico. É muito mais fácil para o cliente clicar em PLAY em um vídeo e  assistir a tudo que o produto tem a oferecer ao invés de sair lendo tudo que encontrar sobre o produto.

Além disso, ao trabalhar com vídeos a sua loja irá ganhar mais um canal de divulgação, o YouTube – uma vez que você pode armazenar ou promover o seu vídeo por lá.

Você não precisa fazer uma vídeo-aula sobre o produto, nem uma mega produção. Vídeos curtos que mostram as principais funcionalidades do produto, os diferenciais e uma pequena avaliação de pontos fortes e fracos já são muito interessante para ajudá-lo na decisão da compra.

#3. Vá além das descrições dos fornecedores.

Os fabricantes de produtos dificilmente conseguem escrever descrições de produtos realmente relevantes para o consumidor final. A grande maioria das descrições de produtos feitas por fabricantes falam de si mesmos como líderes de mercado, melhores do mundo etc. Uma vez que essas informações são muita parecidas entre todos os fabricantes, fica difícil para o consumidor perceber quem é realmente diferente.

Você pode agregar valor ao cliente e ao próprio forncedor ao reescrever as descrições de produtos usando a linguagem do consumidor. Se você estiver falando sobre um tênis para skate, diga como ele é, qual o melhor jeito de usá-lo e como mantê-lo conservado. Da mesma maneira, se estiver falando sobre um vinho de mil reais, diga sobre como ele se comporta, como VOCÊ – e não o fornecedor – recomenda que ele seja consumido e, como você avalia o produto.

#4. Diga a verdade.

Você precisa ser sincero. Se você disser que todos os tênis para skate que você vende são ótimos, duradouros, eficientes e que o cliente não pode deixar de comprá-los, o consumidor perceberá que você está mentindo. Mas, se você, na sua resenha, falar que o tênis X é bom para X modalidade de skate, o cliente vai perceber que você fala a verdade.

Use a sinceridade na hora de vender. Dizer a verdade é o primeiro passo para criar um vínculo de relacionamento entre sua loja e o cliente.

#5. Deixe seus clientes transmitirem a sua opinião.

Grande parte dos clientes da Rakuten em todo o mundo preferem ler a opinião de outros clientes antes de comprar. Por isso, incentive os seus clientes a produzirem resenhas de produtos em formato de texto ou vídeo. Premie os melhores clientes resenhistas, envie e-mails para incentivar os clientes a resenhar os produtos que compraram.

As resenhas dos clientes é uma das fontes de informação mais poderosa que o consumidor poderia ter.

#6. Dê destaque às informações relevantes.

Frete, prazo para entrega, disponibilidade do produto e formas de pagamento são informações ultra relevantes para quem vai comprar um produto.  Ao deixar uma dessas informações fora da página de detalhe do produto, você perderá clientes.

Muitos lojistas dão uma importância muito grande ao botão COMPRAR na página de detalhe do produto e esquecem de dar ênfase – em algum lugar visível e de destaque – para essas informações que têm grande poder na hora do cliente comprar.

Por isso, assegure que as principais informações sobre pagamento e entrega do produto estejam tão visíveis quanto o botão de compra.

Não adianta colocar essas informações no final da página e fazer o cliente ir até para se informar. Se elas não estiverem visíveis e, de fácil encontro, seus clientes vão abandonar a página do produto antes mesmo que ela termine de carregar.

#7. Link com as redes sociais.

A sua loja precisa interagir com as redes sociais. Se há três anos atrás, Twitter, LinkedIn e Facebook eram apenas um rumor, hoje elas são realidade.

Além disso, não são apenas essas três grandes redes que os clientes usam. Você pode, por exemplo, dar a possibilidade do cliente enviar a sua foto com o seu produto no site e, nessa hora tem muita gente que utiliza muitos aplicativos diferentes, como o Instagram. Algumas lojas já fazem isso. Você envia a sua foto e ganha um pequeno desconto (algo em torno de R$ 1,00 ou R$ 2,00) na sua próxima compra. Além de estimular a participação dos clientes, isso faz com que os clientes queiram divulgar a sua página de produto nas redes sociais para os amigos verem as fotos publicadas na loja virtual.

Essas pequenas dicas certamente farão os clientes olharem para a sua página de produto com outros olhos. Com isso, a sua página de produto será muito mais do que uma mera página de exposição.

Este post foi escrito por mim e pelo Ricardo Jordão Magalhães e publicado originalmente no Blog da Rakuten.