11 Motivos Para se Utilizar o Vine Para Negócios

O novo aplicativo Vine, desenvolvido pelo Twitter, lhe da 6 segundos em vídeo. E agora, o que fazer?

O pessoal do Twitter acaba de lançar um aplicativo novo de vídeos curtos chamado Vine. Ele está sendo chamado de Instagram para vídeos, ou então outra maneira de fazer Seesmic.

Se você é uma pessoa de negócios, você vai ouvir sobre esse aplicativo em pouco tempo e certamente vai passar pela sua cabeça o que fazer com ele.

Vine: aplicativo do Twitter te permite gravar um vídeo de 6 segundos.

Vine: aplicativo do Twitter te permite gravar um vídeo de 6 segundos.

Quando paramos para pensar, algumas possibilidades vêm à mente e, quanto mais pensamos, mais ideias vêm surgindo…

11 coisas que uma empresa pode fazer com o Vine:

  1. Ajudar os prospects a perceberem a dimensão da sua oferta antes de comprarem.
  2. Uma demo realmente simples sobre algo que possa estar iludindo um cliente.
  3. Rápidas apresentações virtuais em reuniões virtuais.
  4. Cerca de um milhão de usos em trade show. Encha uma cabine, identifique prospects, aponte os locais de reunião.
  5. Demonstre como fazer a verificação de limpeza nos quartos dos hoteís.
  6. Vídeos super rápidos de produtos.
  7. Uma vista rápida pela casa, para os corretores imobiliários.
  8. Visitas a campos locais em forma de verificação visual.
  9. Antes, durante e depois dos cortes de cabelo que você faz.
  10. 10.  Headshots para agências de talento ou agências de contratação.
  11. 11.  Partilhe o novo design do seu site.

Eu sei que é cedo para levantar tudo que se pode fazer com o Vine, mas esse é apenas alguns pensamentos sobre o início do processo para que possamos decidir o que isso vai significar para as empresas.

Alguns exemplos.

Segundo Chris Tromp, algumas empresas já estão fazendo coisas realmente bacanosas com o Vine. Entre elas:

E você, como acha que o Vine pode ajudar a sua empresa a vencer desafios?

___

Este artigo foi adaptado do original, “11 Things A Business Could Do With the New Vine App”, do blog do Chris Brogan.

Anúncios